Bem vindo (a)!
Home > JMJ > A JMJ Cracóvia 2016 nas redes sociais

A JMJ Cracóvia 2016 nas redes sociais

Michał Koza, coordenador dos canais sociais da JMJ Cracóvia 2016, fala sobre o papel das redes sociais na preparação dos jovens para a Jornada Mundial da Juventude.

Zofia Świerczyńska: Qual é o papel das redes sociais nos preparativos para a JMJ em Cracóvia?

Michał Koza: Se não fossem pelas redes sociais, poucas pessoas saberiam que estamos organizando a Jornada Mundial da Juventude. Agora, graças a elas, o alcance é maior. A verdade é que usamos essas redes diariamente – por muitas horas – e que os jovens também as usam, justamente a quem mais nos dirigimos. Essa geração é a que melhor conhece o funcionamento das redes sociais. Por isso, devemos focar em como os jovens encontram informação, para depois buscar novos canais e usá-los. Hoje, não nos referimos somente ao Facebook, mas também a outras redes que são numerosas da mesma forma.

ZS: Há notícias, vídeos, gravações, fotos… Vamos esclarecer: se alguém quiser saber mais sobre a JMJ, que coisas poderá procurar e onde irá encontrá-las?

MK: A maior plataforma é, sem dúvidas, o Facebook. Essa página é a mais conhecida, tanto em nosso país, quanto no mundo inteiro. É ali onde qualquer um pode encontrar o maior número de notícias, fotos, vídeos, assim como ler informações sobre nossas atividades e nosso modo de trabalhar. Além disso, há espaço para fazer perguntas, enquetes ou adicionar links para a página oficial. O Facebook é a melhor ferramenta para executar esses objetivos.

As outras redes sociais são muito diversificadas, todas têm seu próprio enfoque e variam segundo os países. Na Polônia, por exemplo, o Twitter não é tão conhecido como o Facebook, apesar de ser um canal bem importante. O Twitter não nos limita com a barreira do idioma ou a um circuito de informação fechado. Basta adicionar uma hashtag e, se alguém clicar na mesma, encontrará mensagens do mundo inteiro sobre o mesmo tema. Por isso, o Twitter é considerado um canal puramente informativo.

Além disso, a JMJ dispõe de Instagram. Eu já percebi uma diferença entre a idade dos usuários do Instagram e os de outras redes. Em geral, os usuários do Facebook são mais velhos do que os visitantes do Instagram, que é uma página da “cultura da imagem”, onde as fotos e imagens são mais importantes do que as palavras.

Existem ainda outras redes que são menos conhecidas na Polônia, porém são usadas pelos estrangeiros. Eu me refiro, por exemplo, ao Pinterest, que é uma ferramenta ideal para promover os conteúdos visualmente ricos. Observei que as pessoas que participarão da JMJ, que estão planejando sua visita à Cracóvia em 2016, criam álbuns com fotografias dos lugares que querem visitar. Por que não fazer o mesmo? Vivemos aqui e podemos mostrar-lhes algo interessante e que, ademais, será útil para eles. Assim, poderemos entrar em contato e nos comunicarmos com eles também. Fiquei muito surpreso ao notar que existe uma grande desproporção entre poloneses, que geralmente não conhecem essa página, e estrangeiros, que a usam bastante.

Outra rede é a Ask.fm, uma plataforma para lançar perguntas. Através dela, as pessoas podem nos fazer perguntas e nossas respostas serão publicadas, justamente para que outros possam vê-las. Também mantemos um canal no YouTube com listas, canais ou materiais os quais gostaríamos que outras pessoas assistissem. Existe também o Foursquare, uma página que informa sobre lugares muito frequentados e que vale a pena visitar. Ali, nós podemos criar listas de locais interessantes para visitar, como por exemplo, igrejas.

Zrzut ekranu 2015-04-22 o 12.50.47
ZS: Por que a Jornada Mundial da Juventude está presente em tantas plataformas sociais?

MK: As redes sociais vão mudando de forma continuamente e esse é um processo muito dinâmico. Creio que, com o tempo, haverá mais gente familiarizada com o Twitter ou o Foursquare. Nós já precisamos estar preparados para isso, com uma visão de futuro. É por isso que os canais em que marcamos presença são tão numerosos. O que necessitamos agora é preenchê-los com um bom conteúdo e definir um ponto de atuação, o que já está em fase de elaboração. Através das redes sociais, podemos fazer com que os peregrinos já se sintam orientados na Cracóvia, mesmo antes de chegarem. À parte da comunicação em si, as plataformas sociais dão a possibilidade de preparar-se para o que acontecerá aqui durante a Jornada.

ZS:A JMJ está cada vez mais próxima. Que novidades podemos esperar no que se trata da presença da JMJ nas redes sociais?

MK: Estão previstas campanhas que vão “esquentar” o ambiente. Queremos também criar vários eventos no Facebook para fazer da preparação algo mais intenso. Até no próprio Comitê Organizador ocorrerão mais coisas, então vamos falar do que está acontecendo aqui de uma maneira interessante.

ZS: Então vale a pena continuar ligado.

MK: Sim! Vale a pena estar conosco, ficar “infestado” com o nosso conteúdo, com a dinâmica positiva antes mesmo da JMJ. Se as pessoas fazem um bom uso dos meios de comunicação, não somente obtêm mais informações, mas também conseguem se entreter. Recentemente, por exemplo, postei uma imagem do ícone de João Paulo II, que está pendurado em nosso escritório e esse gesto teve uma recepção positiva. Tais experiências proporcionaram muita satisfação e uma sensação de que, graças às pessoas que utilizam as redes sociais, a JMJ de Cracóvia realmente já começou.

Bem-vindos as nossas redes:

Facebook– www.facebook.com/jornadamundialdajuventud
Twitter– www.twitter.com/jmj_pt
Pinterest– www.pinterest.com/wydkrakow2016/
Instagram– www.instagram.com/WYDKrakow2016/
Foursquare– www.foursquare.com/sdm_pl
Ask.fm– www.ask.fm/Krakow2016
SoundCloud– https://soundcloud.com/krakow2016
LinkedIn– www.linkedin.com/company/światowe-dni-młodzieży-kraków-2016
Google+– www.google.com/+Krakow2016
YouTube– www.youtube.com/user/Krakow2016
Flickr – www.flickr.com/photos/krakow2016/
About.me – https://about.me/worldyouthday

Elab. Zofia Świerczyńska, mg / Setor de C

Você pode gostar também
Divulgada data da JMJ Panamá 2019
Programa da JMJ Cracóvia 2016
Bem aventurados os misericordiosos – o hino oficial da JMJ Juventude Cracóvia 2016

Deixe uma Resposta