Bem vindo (a)!
Home > Destaques > Descansar na oração

Mais um ano chegou e, com ele, novas metas, sonhos, conquistas, obstáculos, dentre tantos outros fatores que nos impulsionam a querer crescer. Agora, é um tempo de “espairecer a mente”, como muitas pessoas falam; é tempo de descansar, de viajar, de ir à praia, de sorrir… Evidente que todos precisamos disso, necessitamos desse descanso! Mas, e Cristo? Será que estar em férias é sinônimo de ter uma vida de oração mais superficial e sucinta?

Papa Francisco nos diz que, “a oração faz milagres e impede que o coração endureça”. Isto é, é tempo de oração, de descansar na oração! Estar em férias é estar em comunhão com Aquele que não cansa de nos amar, de nos proteger e cuidar. “A oração, por mais estéril que pareça ser, sempre será fecunda”.

“Seja fiel nas pequenas coisas, porque é nela que mora a sua força”. Nessa frase, falada pela humilde Beata Madre Teresa de Calcutá, nos relembra que ser fiel à Cristo é, sem dúvida alguma, buscar uma constante vida emergida em Seu amor, através da simplicidade, da humildade, da oração e da espera.

Este ano é o Ano da Misericórdia, como decretou nosso Papa Francisco, ou seja, o ano em que teremos a oportunidade de passar pela Porta da Misericórdia, buscando o Sacramento da Confissão. Por que, neste tempo de férias, não buscamos essa conversão? E comecemos este ano com a certeza que, por Deus, vale a pena ser o oposto do mundo.

Sejamos nós, cristãos, a buscá-Lo em nossas férias, a ler livros que vão ao encontro de nossa Doutrina, a encontrar brechas com os amigos para evangelizar. A Beata Madre Teresa de Calcutá nos reforça que, “por vezes, sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas, o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”. Sejamos, então, essa gota, que pode fazer a diferença, não esquecendo que de Cristo não tiramos férias!

#SerTodoDeDeus

Eduardo Glück – Equipe de Redação LinhaD

Você pode gostar também
A década do nada!

Deixe uma Resposta